sobre a ILHA DO MEL

Formada por rochas, manguezais, praias, áreas verdes, restingas e Mata Atlântica, que juntos somam 2.701 hectares pertencentes ao município de Paranaguá no Paraná, a Ilha do Mel é considerada um dos pontos turísticos mais importantes do estado do Paraná. As praias da Ilha são vistas por muitos turistas como as melhores do estado, no entanto, não é permitida a visitação em toda extensão da Ilha, já que grande parte é considerada área de preservação ambiental, sendo administrada pelo Instituto Ambiental do Paraná. Além disso, também não é permitido o uso de motor ou tração animal na Ilha.

A Ilha do Mel possui quatro pontos turísticos que são Fortaleza, Brasília, Farol das Conchas, Praia Grande e Encantadas. Abaixo seguem maiores informações sobre cada um destes pontos turísticos.

Farol das Conchas: está localizado no morro da concha. Esta é uma construção datada do ano de 1870 e que tem como objetivo orientar a navegação na baía de Paranaguá. Do alto do farol se tem uma bela vista panorâmica de quase toda a ilha e região.

Fortaleza de Nossa Senhora dos Prazeres: é um dos monumentos militares de maior importância para o Estado do Paraná, ele foi construído em 1767, para proteger a baía de Paranaguá e seu porto. O forte fica à beira mar e juntamente com seus canhões está em bom estado de conservação, o acesso é através de trilhas localizadas no morro da Baleia.

Encantadas: localizada ao sul da Ilha se encontra a Gruta das Encantadas que é considerada como um dos patrimônios mais importantes da Ilha do Mel. Para se chegar até lá, há uma passarela que leva até a entrada. A praia Encantada é onde se concentram os agitos da Ilha, onde se encontram quiosques, restaurantes e pousadas.

Praia Grande: destino dos amantes do surfe em virtude de ser aberta para o mar e ter as melhores ondas, a Praia Grande é quase deserta atraindo também quem procura por tranqüilidade e sossego.
Brasília: localizada na área central da Ilha este vilarejo tem como principal atrativo o Istmo que é a faixa mais estreita da Ilha do Mel e sofre um processo de erosão desde 1930, no entanto, atualmente, a água já não atravessa mais de um lado a outro, como aconteceu em 1995. A largura hoje chega a 30 metros e somente quando ocorrem grandes ressacas do mar é que a água chega a atravessar.

O nome Ilha do Mel surgiu em virtude da mistura entre o mercúrio contido na água doce da ilha e a água salgada do mar resultando em uma cor amarelada semelhante à cor de favos de mel.

Preserve a Ilha, seja Bem Vindo e vivencie sensações indescritíveis em meio à natureza e beleza da Ilha do Mel!